Ilhas, nós não somos ilhas!

1 08 2007

Outubro é tão longe!

Nenhum homem é uma ilha isolada; cada homem é uma partícula do continente, uma parte da terra; se um torrão é arrastado para o mar, a Europa fica diminuída, como se fosse um promontório, como se fosse a casa dos teus amigos ou a tua própria; a morte de qualquer homem diminui-me, porque sou parte do género humano. E por isso não perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti.”
John Donne

O teu sofrimento é o meu sofrimento; as minhas alegrias são as tuas alegrias!
 

Anúncios

Acções

Information

6 responses

2 08 2007
tranita

A Europa pode ficar diminuída, mas pode ser “reconstruida, partícula a partícula noutro ponto do planeta, qualquer coisa como a Lei de Lavoisier “nada se ganha nada se perde tudo se transforma”.

Para tudo há sempre uma compensação, o equilíbrio é sempre reposto.

A lei da compensação acho que também é aplicada, eu sei o que queres manifestar nessa citação, mas não podemos cair no desespero.

A maldade anda por ai, mas a natureza reage não se sabe bem de que forma…

Será que é o calor ou mesmo a descrença na Espécie Humana?

2 08 2007
Lalage

Às vezes sinto-me pequenina e mesquinha.

2 08 2007
Paulo Guinote

Eu gosto de caracóis, desde que não sejam escargots.
😛

9 08 2007
Gabriela

As vezes somos, quando estamos isolados apesar de tudo.

11 08 2007
Alena Cairo

Há pouco tempo, neste ano, publiquei também este pensamento. É lindo. E os sinos dobram por mim. Por nós.

11 08 2007

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: