Ai Mouraria!

18 08 2007

Na Mouraria a Paloma foi atacada por dois gatos. Quais carraças gigantes, colaram-se-lhe um ao peito e o outro às costas. Foi terréfico!
Poderia ser levada a pensar “desta vez ela aprendeu a lição!” Agora cá! Quando chegámos ao veterinário foi logo ter com um gato que por lá estava.
A Paloma será sempre a Paloma.

PS. Este post foi escrito no Mac do Henrique: Noche, sempre que reclamares do meu PC pensa que o teclado do Ricô é mil vezes mais enervante.

Anúncios

Acções

Information

7 responses

18 08 2007
Victor Nogueira

Viva 🙂
Porquê Paloma? Faz lembrar um pássaro ou Picasso e nunca uma cadela! De qualquer modo Paloma faz imaginar uma cadela pequena! É ? Deve ser, pois falas em dois gatos como carraças gigantes. ..No Porto lembro-me que os gatos eram gordos e e anafados, mas cá para o Sul são minorcas e magrinhos, tal como em Luanda, apesar de comerem bem. Lá em casa dos meus pais, cães e gatos davam-se como Deus com os anjos e chegavam a comer no mesmo prato, ao mesmo tempo.. Mas também andavam à solta, por onde queriam, pelos telhados, na rua ou pelo quintal. Claro que os cães não eram alpinistas e por isso não se aventuravam pelos telhados.
Imagino a cena da Paloma com duas carraças gigantes e ainda mais de garras afiadas. A insistência dela só prova a suas ideias e confiança na coexistência pacífica e a sua crença na multiculturalidade inter-racial, no reyno zoológico. Sendo assim presumo que ela não se atira aos peixes no aquário ou aos canários na gaiola! Ou estou enganado e ela chama-lhes um figo?
Abraço
Victor Manuel

18 08 2007
gitas

lololol, tens a resposta ao teu comentário lá 🙂

18 08 2007
Tranita

Coitada da Miúda… Ela ficou magoada?
Ainda por cima os gatos. Possivelmente deviam ser marialvas, ou melhor, “Fadistas dos três costados”.

Ela não consegue resistir, é mais forte que ela. Imagino se estivesse com a Bia, isso é que seriam as duas a fazerem de carraças em cima de um gato…

Se bem que não me parece que a Paloma se consiga fazer passar por carraça, tão grande que ela é.

😀

18 08 2007
Lalage

Victor, a Paloma é a cadela mais pacífica do mundo, daí o nome. De início, como é toda preta, eu chamava-lhe Peste Negra… Mas não tinha nada a ver com ela e resolvemos mudar. Entretanto descobri que palomita quer dizer pipoca, o que também tem a ver com ela 😉
Tranita, ela não ficou magoada, eu é que me preocupei porque com gatos vadios nunca se sabe.
Ah! Esqueci-me de dizer que eram uns gatitos jovens. Mas assanhados.

18 08 2007
Victor Nogueira

Olá 🙂
Este teu post está com humor e dá para imaginar múltiplas cenas ou improvisar variados «contos». Posso transcrevê-lo no meu «Ao Sabor do Olhar», com os meus comentários? Se quiseres também te mando uma foto do Jack II, como se fosse um postal, olhando para o Brasil, que ficava mesmo em frente da nossa casa mas muito para lá do horizonte. Parece mesmo o capitão duma caravela perscutando o horizonte em busca de novos mundos. Claro que seria para postá-lo ali na secção dos postais, como se dum postal se tratasse.
abraço
VM

18 08 2007
Lalage

Victor, sim a tudo 🙂

9 10 2011
Olha, um gato « O Cantinho da Zé

[…] uma experiência traumática que aconteceu na Mouraria há anos e de que dei conta aqui, a Paloma ladra a todos os gatos que vê na rua. Acho que é aquela estratégia de o ataque ser o […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: