Rezinguices

3 10 2007

Estrunfe rezingão

Cada vez mais frequentemente tenho dado por mim a pensar nos Açores com uma saudade crescente: assim como se recorda um paraíso perdido.

Acho que é este ritmo de vida urbana em que saio de casa às 7h da manhã e só volto às 8h da noite, que está a dar cabo de mim. É dramático para uma pessoa caseira como só eu.

Falta-me aquele tempo longo, aquela calma saborosa, aquele espaço amplo, aquela liberdade total que tinha nos Açores.

Mas isto são as impressões do início do ano. Daqui a pouco adapto-me ao novo horário e tudo volta ao normal. E depois, estou muito satisfeita com o meu novo TQxpto 😉

Anúncios

Acções

Information

3 responses

3 10 2007
falc0

Eu saio de casa por volta das 8 da matina, tenho aulas so de manha e depois nunca tenho aulas à tarde… k seca… espero que isto venha a mudar…
Tenho o meu tempo tao , tao livre… E em Portugal era uma pessoa tao, tao ocupada… Espero que isto mude entretanto…

5 10 2007
Alena Cairo

Gostei de aprender a palavra “rezinguices”. Aqui não a usamos. Um beijo!

6 10 2007
noche

podes sempre mudar-te para + perto 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: