Rumo à cidade operária

17 10 2007

A manhã escura, triste e fria vai revelando homens e mulheres. Andam rápido transportando a saca da merenda. E falam. Falam orgulhosamente do filho recém admitido na universidade, preocupadamente do filho que falta à escola, animadamente da preparação da manifestação próxima, despreocupadamente dos resultados da selecção de futebol, angustiosamente da tarefa que estão a despachar sem perspectiva de chegar uma nova encomenda.

A tarde escura, triste e fria vai revelando os mesmos homens e mulheres. Voltam calados, o corpo exausto e os olhos espelhando preocupações mil.

São estes os meus companheiros nas viagens diárias à cidade operária.

Anúncios

Acções

Information

5 responses

17 10 2007
falc0

Ena, gostei! 🙂

17 10 2007
djamb

Embora longe, faço-te companhia.

18 10 2007
jose augusto soares

As pessoas são as mesmas, mas os rostos não.
E mesmo hábitos e rotinas de muitos anos não conseguem disfarçar o cansaço, quando o dia acaba e começa o retorno a casa, quantas vezes com a duração de horas.

18 10 2007
Rita

obrigada pelo comentário, só vi hj!! =P gostei do teu blog e irei voltar

19 10 2007
Alena Cairo

Muito sensível, muito bonito pela revelação tácita da verdade humana.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: