Stress

27 05 2008

Hoje de manhã foi cá uma libertação de adrenalina que nem sei se vos conte.

Chego à paragem do autocarro e descubro que me esqueci do passe. Dinheiro? Também não.

“Corre para casa, corre Zé!”

Regresso à paragem exactamente ao mesmo tempo que o autocarro.

Nunca fiz nenhuma maratona, mas acho que no final da prova os atletas devem sentir algo muito semelhante ao que eu senti quando me sentei no lugar do costume 🙂

Anúncios

Acções

Information

3 responses

28 05 2008
noche

sei bem o que é isso… comigo é quase diário…tipo sentar no comboio e reparar q não tenho a carteira como anteontem… e ontem… e provavelmente hoje

deixo constantemente a carteira na gaveta

28 05 2008
Patamargarida

Ia para dizer que é de Familia. Tens que experimentar ver se o autocarro tb se atrasa (pára) para te levar… lol Há quem já tenha feito parar um comboio, não é?

28 05 2008
tranita

às vezes também tenho esses lapsos….
Tenho mais um elemento a não esquecer, os phones. Ir no barco a ouvir as conversas ou a música da “M80”
…. nã

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: