Fábula

5 07 2008

O cão e o lobo

Era uma vez um lobo que andava pelos campos. Era um lobo muito magro porque os cães guardavam muito bem as quintas. Um dia resolveu conversar com um dos cães para saber qual era o segredo para se ser forte e bem alimentado. Esta é a conversa entre os dois:

“- Só depende de vós, deixai os bosques para vosso bem. Aqui terias comezaina gratuita e um destino muito melhor. – disse o cão.

– O que terei de fazer? – replicou o lobo.

– Quase nada, perseguir os ladrões e obedecer ao nosso dono. Em troca ele dá muita comida e festinhas.

O lobo começou a pensar que a vida do cão era uma verdadeira felicidade. Nisto reparou que o cão tinha qualquer coisa ao pescoço.

– O que é isso que tu tens ao pescoço? – perguntou.

– Nada.

– Como nada?

– Nada de importante. É a coleira onde estou atado.

– Atado? Não podes correr por onde te apetece?

– Não, mas o que importa?

– Importa tanto, que não quero de maneira nenhuma qualquer das tuas refeições, e por esse preço nem um tesouro aceitaria!

Dito isto, o lobo desapareceu a correr e ainda continua a correr bem!”

Jean de La Fontaine (1621-1695)

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: