Direito à Educação

18 09 2009

Quando dou o exemplo do direito à  educação nas aulas sobre a Constituição,  normalmente os alunos questionam espantados se a educação não será antes um dever. A seguir gera-se um debate. Alguns até podem ficar a pensar no caso, mas a maioria não muda de opinião. Estão na escola porque os obrigam, não porque escolheram. Assim que podem, saem. E aí é que começa a verdadeira mudança conceptual: confrontados com a vida fora da escola começam a dar-lhe valor.

A ilustração é de Christina Ung, e podem ver aqui o contexto em que foi usada.

Com esta ilustração descobri a Teaching Tolerance Magazine. Senhores professores que visitam aqui o Cantinho, essa revista disponibiliza um manancial de actividades para usar nas aulas sobre tolerância. Muito bom (ou excelente, se preferirem).


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: