“Esta separação é terrível.”

30 04 2011

Estas palavras de António Barreto deixaram-me a pensar sobre a forma como tenho conduzido/preparado as minhas aulas de História e de História da Cultura e das Artes:

«Se eu pudesse desenhar um currículo ideal para a formação dos últimos cinco anos na escola, desenhava-o com sete ou oito disciplinas, e único para todos. E, sem dúvida, juntava: Português, Filosofia, Matemática, História das Ciências e História das Artes. Isto seria para todos. Se for de Humanidades e eu lhe perguntar a que temperatura ferve a água, o que é um radiador ou o que é o genoma, não sabe. Se perguntar a alguém das Ciências Exactas quem escreveu o ou quem compôs o Rigoletto, não sabe. Esta separação é terrível.»
Maria João Alexandre, “António Barreto. Um olhar social” in CX. A Revista da Caixa, N.º 3, Janeiro | Março 2011, Lisboa, p. 59.

Se quiserem ler a entrevista completa, está aqui, pp. 54 a 59.


Ações

Information

2 responses

26 05 2011
nazaré oliveira

Obg por ter colocado esta afirmação de A. Barreto. Subscrevo-a inteiramente!
Um bom dia!

26 05 2011
Lalage

🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: